quarta-feira, 17 de maio de 2017

137º dia, Nossa Senhora de Razecueillé



Por Deiber Nunes Martins
Razecueillé é uma aldeia de difícil acesso, situada no sul da França, na região dos Pirineus. A história da devoção à Virgem de Razecueillé vem sendo transmitida ao longo do tempo, de geração a geração. E segundo os relatos, um senhor de Aspet, situada próximo a Razecueillé, foi informado que os sarracenos espanhóis estavam à caminho daquela região e devastariam tudo o que encontrassem no caminho.
Assustado, disse aquele senhor: “Santíssima Virgem, se vós me derdes a vitória sobre nossos comuns inimigos, mandarei erigir, em vossa honra, uma capela aqui neste lugar”. O lugar era Razecueillé.
Muito agrada a Virgem Maria, que se construam capelas em sua honra, porque uma capela de Nossa Senhora, leva o povo a rezar. Talvez por conta disso e por meio da Providência Divina, a súplica daquele senhor foi atendida, e cumpriu a promessa que fizera. A capela foi construída, e à imagem de Nossa Senhora que colocaram nela, deram o nome de Nossa Senhora de Razecueillé.
A partir de então, em todas as festas de Nossa Senhora, são feitas peregrinações à esta Igreja.
OREMOS:
Maria medianeira, atende ao clamor de vossos filhos. Afastai-nos do pecado e dá-nos força para combater o homem e a mulher velhos, que trazemos dentro de nós. Que em lugar desses, tenhamos o coração puro e fervoroso de amor e devoção a vós. Ajuda-nos na difícil caminhada de vida, mostrando-nos com vosso exemplo de santidade, por onde devemos seguir.
Nossa Senhora de Razecueillé, velai por nós!
REFERÊNCIA:
ADUCCI, Edésia. Maria e Seus Títulos Gloriosos. São Paulo: Ed. Loyola, 

Nenhum comentário: