domingo, 30 de julho de 2017

211º dia, Nossa Senhora das Escolas


Por Deiber Nunes Martins
Em 1894 a França vivia um momento político muito sombrio. Inimigos da Igreja governavam o país e impunham a ele um regime anticatólico, onde a educação cristã era duramente combatida. Foi nesta época que em La Roche, surgiu um movimento e com ele a obra de Nossa Senhora das Escolas. Perseguido, o movimento foi combatido e seu fundador, morto em território francês.
Mas os planos de Nossa Senhora para a humanidade são infinitos e romperam fronteiras. Alguns anos mais tarde, surgiu nas escolas canadenses o título de Nossa Senhora padroeira das escolas. Este título foi amplamente difundido a ponto de Nossa Senhora ser invocada como a Rainha de todas as escolas, tanto do corpo docente ( professores) quanto do corpo discente (alunos).
OREMOS:
Nossa Senhora das Escolas, o inimigo de Cristo tem planos terríveis para a educação de nossas crianças e jovens. E muito desse plano tem sido implementado tanto na Europa quanto na América e também no Brasil. A ideologia de gênero representa hoje uma estratégia ardilosa de satanás contra os cristãos, porque incute no coração e no imaginário de crianças inocentes que elas é que escolhem a dádiva que Deus as deu: de ser homem ou mulher, menino ou menina. E não pára por aí. Os planos do inimigo recebem a adesão de inúmeras pessoas, até de vossos devotos e encontram nas escolas um ambiente fértil para serem difundidos.
Ajudai, pois oh Mãe, a vencermos este mal. Ajudai Vossa Igreja a combater com firmeza a ameaça da ideologia de gênero e toda espécie de plano diabólico para fazer perecer as nossas famílias. Guardai Mãe, nossas escolas, nossos professores e nossos alunos e fazei vicejar dentro das escolas, a cultura da paz, do amor e da caridade.
Nossa Senhora das Escolas, rogai por nós!
REFERÊNCIA:
ADUCCI, Edésia. Maria e Seus Títulos Gloriosos. São Paulo: Ed. Loyola, 2003.


Nenhum comentário: