quarta-feira, 21 de junho de 2017

172º dia, Nossa Senhora de Celles

Por Deiber Nunes Martins
No ano de 1686, na cidade de Celles, ao sul da França, a Virgem Maria apareceu a um jovem chamado João Astrié. Assim como em outras aparições marianas, a Mãe de Jesus pediu ao jovem que fizesse penitência, assim como todos os seus conterrâneos.
Segundo conta o abade Rouzand em seus estudos sobre Nossa Senhora, João Astrié andava no campo quando foi surpreendido por uma pombinha que parecia acompanhá-lo pelo caminho. Num dado momento da caminhada, a pombinha tomou-lhe a dianteira, como que guiando o rapaz.
De repente, a avezinha tomou, diante do jovem, o aspecto de uma mulher, assombrando João Astrié. Para acalmá-lo, a mulher disse: “Sou eu, a Virgem Maria”. E a seguir pediu que ele e toda a humanidade fizessem penitência.
A partir da aparição de Nossa Senhora, ficou seu título: Nossa Senhora de Celles, dado à imagem de Maria venerada no santuário da cidade. Numerosas procissões passaram a ser organizadas em Celles. Também numerosos prodígios foram experienciados na região, como curas e diversos prodígios, sobretudo em relação às moléstias dos olhos.
OREMOS:
Mãe puríssima, libertai-nos de todos os males do corpo e da alma. Afastai de nós as ocasiões de pecado e dai-nos, pela Luz do Espírito Santo, o discernimento necessário para fugirmos de tudo o que nos afasta do Pai.
Nossa Senhora de Celles, velai por nós!
REFERÊNCIA:

ADUCCI, Edésia. Maria e Seus Títulos Gloriosos. São Paulo: Ed. Loyola, 2003.

Nenhum comentário: