quinta-feira, 7 de maio de 2009

O Expresso


Por Deiber Nunes Martins

Seguindo em velocidade constante, com paradas bem calculadas e destinos desconhecidos, segue o expresso da minha vida. Não sei por onde vai passar, nem onde a viagem terá seu fim. Mas suspeito onde e quando vai ser a próxima parada: no lugar ideal do meu repouso e as vésperas da primavera.
Amigos alegrem-se! É o meu expresso chegando. Quase sempre não visto. Quase sempre esquecido. Mas sempre constante, sempre presente e com a pontualidade do Céu. Eu não sei o que vai acontecer amanhã, não sei quais desafios serão encontrados nos trilhos. Mas sei que a próxima estação vai chegar. Ela está no alto de um morro e tem uma imagem de São Sebastião dentro dela. E meu coração me diz que nesta estação vou encontrar a Mulher da minha vida. Então, eu preciso aqui mesmo, no meio do caminho, me preparar. Ir me arrumando. Penteando os cabelos, lavando meu rosto amarrotado. Vestindo minha roupa de baile e indo ao vagão restaurante comer alguma coisa, pois ninguém é de ferro. Eu quero muito isso.
O expresso está chegando. Em breve. Que Deus possa conduzir esta viagem e fazer com que tudo saia conforme a Sua vontade. Porque se não, o trem não chega e se descarrila no meio do caminho. É assim que acontece quando tiram Jesus do comando. Fica ai no controle, meu Jesus. Tu és o maquinista do Expresso da minha vida. E sempre vai ser. Com Tuas mãos no controle deste trem eu fico tranqüilo. A espera do meu amor. Apenas confesso, Senhor, estou ansioso e minhas mãos trêmulas e suadas. Mas louvado seja, meu Deus! Chegaremos em breve, à próxima parada.

Belo Horizonte, 07 de maio de 2009.

Um comentário:

Barbara disse...

Estamos caminhando no mesmo trilho...nossa vida se passara no mesmo trem da vida,cada passagem,cada paisagem,cada estação será um marco,uma historia a ser gravada no livro de nosso vida..Amo Vc!
Orquidea